Destaques

Críticos de Arte de São Paulo elegem melhores obras de Arquitetura e Urbanismo

Nova sede do Instituto Moreira Salles, na Avenida Paulista, foi escolhida como a melhor obra na capital paulista

 

A Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) divulgou a lista de vencedores de sua premiação anual em 2017. Na categoria “Arquitetura”, a nova sede do Instituto Moreira Salles, na Avenida Paulista (foto acima), foi escolhida como a melhor obra em São Paulo. O projeto foi realizado pelo escritório Andrade Morettin, que desenvolveu uma série de inovações, como uma entrada emendada com a calçada, uma praça suspensa que funciona como um espaço de transição entre cidade e museu e uma “envelopagem” dupla, feita com concreto e vidros translúcidos, que garante ao mesmo tempo, luz natural para as áreas comuns e proteção para os espaços que exigem uma dose extra de silêncio e tranquilidade.

 

Na categoria “Urbanidade”, venceu o Sesc 24 de Maio, projetado por Paulo Mendes da Rocha e pelo escritório MMBB. O projeto intervem em uma antiga loja de departamentos, transformando os espaços internos a partir da estrutura existente e criando uma nova estrutura central que suporta a piscina na cobertura do edifício. Na categoria “Resistência Urbana”, venceu o bairro do Bixiga, pela concentração de eventos e equipamentos culturais, como o Teatro Oficina, a Casa de Dona Yayá (Centro de Preservação Cultural da Universidade de São Paulo), a Festa de Nossa Senhora Achiropita (que este ano realizou sua 91ª edição), a União das Mulheres de São Paulo e a Escola de Samba Vai-Vai, fundada em 1930. Recentemente, o IAB e outras organizações de Arquitetura e Urbanismo publicaram um manifesto em favor da preservação do Teatro Oficina e seu entorno. Saiba mais aqui. 

 

O jornalista Vicente Wissenbach recebeu o prêmio de Divulgação Cultural. Vicente, entre outros méritos, foi o criador do Jornal Arquiteto e da revista Projeto, além de editor de diversos livros no segmento e promotor de eventos como o prêmio Ópera Prima. Recentemente, ele recebeu uma homenagem especial no V Seminário Docomomo São Paulo realizado nos dias 16 e 17 de outubro de 2017 no auditório da Universidade Mackenzie, na capital paulista. Leia mais aqui. 

 

Sesc 24 de Maio. Projeto de Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos

 

Veja a lista completa de vencedores:

 

Obra de arquitetura em São Paulo: Instituto Moreira Salles (nova sede na Avenida Paulista) – Andrade Morettin
Urbanidade: Sesc 24 de Maio – Paulo Mendes da Rocha; MMBB (Marta Moreira, Milton Braga e Fernando de Mello Franco), Danilo Santos de Miranda
Obra de Arquitetura no Brasil: Moradias de estudantes na Fazenda Canuanã – Rosenbaum (Marcelo Rosenbaum e Adriana Benguela), Aleph Zero (Gustavo Utrabo e Pedro Duschenes), Ita Construtora (Helio Olga)
Obras referenciais: Alberto Xavier
Fronteiras da Arquitetura: Guto Lacaz
Resistência Urbana: Bixiga; Vai-Vai; Festa de Nossa Senhora Achiropita; Teatro Oficina; União de Mulheres de São Paulo; Casa de Dona Yayá / Centro de Preservação Cultural da Universidade de São Paulo (CPC USP)
Difusão Cultural: Vicente Wissenbach

 

Desde 2010, a APCA incorporou os críticos de arquitetura, concedendo anualmente sete prêmios: Obra de arquitetura em São Paulo, Urbanidade, Obra de arquitetura no Brasil, Obras referenciais, Fronteiras da Arquitetura, Resistência Urbana e Difusão Cultural.

 

O corpo de críticos da edição deste ano na categoria Arquitetura foi composto por Abilio Guerra, Fernando Serapião, Francesco Perrotta-Bosch, Gabriel Kogan, Guilherme Wisnik, Hugo Segawa, Luiz Recaman, Maria Isabel Villac, Nadia Somekh, Renato Anelli.

 

Fonte: CAU/BR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Destaques

COMUNICADO

Destaques

NOTA OFICIAL SOBRE A PLATAFORMA PARA OS AMBULANTES NO CIRCUITO BARRA-ONDINA

Destaques

CARNAVAL 2024 | CAU/BA ENCERRA HOJE A FISCALIZAÇÃO IN LOCO EM ESTRUTURAS MONTADAS PARA O CARNAVAL DE SALVADOR

Pular para o conteúdo